gravidez múltipla
13 de julho de 2017

Gravidez Múltipla: Famosos que tem filhos gêmeos em decorrência de FIV

Há anos, a Fertilização in Vitro transforma a vida de muitas pessoas. Pais que tanto queriam ter um filho e ganham de presente dois de uma vez, mulheres que se realizam com a gravidez independente, casais homoafetivos que completam a família com uma linda criança…

As histórias são muitas, e envolvem momentos inesquecíveis. A verdade é que há mais casos de pessoas que recorreram a esse procedimento por motivos distintos do que podemos imaginar.

E isso inclui famosos nacionais e internacionais. Você sabia, por exemplo, que os trigêmeos dos jornalistas da Rede Globo, Fátima Bernardes e Willian Bonner, são fruto de uma Fertilização In Vitro realizada em 1999?

Hoje, Vinícius, Beatriz e Laura estão com 19 anos. Veja:

Gravidez Múltipla: Famosos que tem filhos gêmeos em decorrência de FIV
Fátima Bernardes, Willian Bonner e Família

Confira outros casos de famosos que encontraram na FIV a solução para aumentar a família e por que ocorrem, ainda hoje, vários casos de gravidez de gêmeos.

Casais que tiveram gravidez múltipla com a FIV

A gravidez gemelar (múltipla) ainda ocorre na FIV porque, para aumentar a chance da gravidez, mais de um embrião é colocado no útero da mulher (quanto mais embriões, maior a chance de que pelo menos um deles se implante e se desenvolva).

Durante o método de fertilização in vitro, a probabilidade de gravidez de gêmeos é de 20% a 25%, e a de trigêmeos é de somente 5%.

O cantor Rick Martin recorreu a uma “barriga de aluguel” para realizar o sonho de ter um filho com seu companheiro. Assim nasceram os gêmeos Matteo e Valentino. E eles formam uma linda família:

Gravidez Múltipla: Famosos que tem filhos gêmeos em decorrência de FIV
Rick Martin e Família

As famosas cantoras Celine Dion e Mariah Carey também tiveram gêmeos. Ambas engravidaram aos 42 anos de idade.

Mas as chances de gravidez múltipla diminuíram drasticamente após uma solução adotada em 2010 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

O procedimento se baseia em limitar a quantidade de embriões que podem ser inseridos em cada paciente, variando de acordo com a idade da mulher e outros fatores, como grau de infertilidade:

  • Mulheres com idade até 35 anos: podem ser inseminados até dois embriões;
  • Idade de 36 a 39 anos: limitação passa a ser de três embriões;
  • Idade superior a 40 anos: o limite estabelecido é de até quatro embriões.

As mamães Ana Hickman, Luciana Gimenez e Monique Evans não tiveram gêmeos, mas ganharam de presente filhos saudáveis, que trouxeram alegria à família.

Um dos casos mais comentados no mundo dos famosos atualmente é o da atriz Karina Bacci. Aos 40 anos, ela seguiu seu coração e optou pela produção independente. Atualmente, está grávida de seis meses e extremamente feliz.

A FIV realiza sonhos e possibilita que lindas histórias sejam vivenciadas. Os motivos para optar por esse método variam, mas o sonho é o mesmo: aumentar a família com a chegada de uma criança.

Antigamente, a gravidez múltipla era muito comum, mas as chances diminuíram significativamente. Ela ainda é possível, e o casal deve estar preparado para isso. É importante que seu médico converse com você sobre seu caso e explique as particularidades existentes.

Deseja saber mais? Então assista a este vídeo em que o Dr. Bruno do Ibrra explica com detalhes esse assunto.

Dr. Bruno Scheffer

Médico Pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Master em Reprodução Humana Pela Faculdade de Medicina da Universidade de Valência (Espanha). Especialista em Medicina Reprodutiva pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (Espanha). Editor chefe do Tratado de Reprodução Humana Assistida. Membro Editorial do Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida. Membro do European Society of Human Reproduction and Embryology
Dr. Bruno Scheffer

COMENTÁRIOS