8 de fevereiro de 2019

Grávida de gêmeos, paciente com endometriose

Tem dois anos e meio que meu marido e eu resolvemos que queríamos ter filhos. Fui na minha médica, ela me passou alguns exames, fiz os exames, ela suspendeu o anticoncepcional e falou comigo que eu deveria esperar um ano. Se dentro de um ano eu não engravidasse, era para eu estar retornando.

Passou um ano, nada deu engravidar naturalmente, ela pediu outros exames mais detalhados, onde descobriu que eu estava com endometriose.

A minha endometriose já estava bem avançada, já tinha atingido meu ovário direito, meu ovário esquerdo, atrás do meu útero, tinha um cisto no meu ovário direito, então estava bem complicado.

Ela me sugeriu fazer a cirurgia, fiz, e o médico cirurgião me passou alguns remédios, falou para eu tomar um remédio durante seis meses e depois eu poderia tentar engravidar novamente.

Eu tentei engravidar por mais um ano e nada. Voltei ao médico e ele me indicou fertilização.

Nós começamos a procurar algumas clínicas em Belo Horizonte e comecei numa clínica, não gostei do médico. Nós olhamos na internet, procuramos outras clínicas para poder ver como era e de cara nós gostamos da Ibrra.

Marquei uma consulta, nós começamos a fazer o tratamento com o Dr. Bruno. Na primeira consulta nós já amamos ele, um médico muito bom, um médico que me passou muita confiança.

Primeiramente, quando a gente vai começar a fazer esse tratamento, você tem de crer primeiro em Deus, pois só ele tem o dom da vida e depois tem que ter confiança no seu médico. É isso que o Dr. Bruno passou para nós, ele nos passou muita confiança.

Esse processo de fertilização é um processo que nós mulheres ficamos muito ansiosas, mexe muito com o nosso psicológico. Você fica, pra você tomar essa iniciativa para fazer a fertilização, você fica se sentindo incapaz: ‘ah, por que eu não engravidei naturalmente?’, mas é um outro meio de você buscar sua felicidade, de você buscar a realização dos seu sonhos, e nós começamos a fazer com ele e graças a Deus de primeira, nós conseguimos.

Hoje eu estou grávida de gêmeos. Então, meninas, para quem está tentando, se não deu certo a primeira, tenta a segunda, a terceira, não desista dos sonhos. É um momento muito difícil, a gente fica com o psicológico muito abalado, mas vale muito a pena. É uma emoção muito grande quando você vê os coraçoezinhos deles pulsando. Não desiste, continua firme que vai dar certo para todas nós.

COMENTÁRIOS