Por que não consigo engravidar?
30 de novembro de 2017

Por que não consigo engravidar?

A culpa é um dos sentimentos que, inconscientemente, invadem a vida de casais que não conseguem engravidar. É natural se perguntarem: “por que não consigo engravidar?” ou “o que há de errado comigo?”.

Sabemos que é difícil, mas é necessário ter calma. Cada corpo é de um jeito, cada casal tem o seu tempo e, atualmente, existem vários tratamentos eficientes que possibilitam a realização do sonho de aumentar a família.

Aqui vamos te contar os principais motivos que impedem casais de engravidar.

Quero ser mãe: por que não consigo engravidar?

Esses são os fatores que mais impactam na fertilidade feminina:

  1. Síndrome dos Ovários Policísticos – SOP: a maior produção de hormônios masculinos é um dos fatores que podem afetar a fertilidade feminina. Outras decorrências da SOP como o ciclo menstrual desregulado e a menor ovulação também podem dificultar a gravidez;
  2. Gonorreia: se não for adequadamente tratada, pode chegar ao útero, às tubas uterinas e aos ovários e provocar um processo inflamatório que, além da infertilidade, é responsável por uma complicação grave, chamada doença inflamatória da pélvis;
  3. Endometriose: pode provocar alterações hormonais, dificultar a implantação do embrião, além de prejudicar a liberação do óvulo dos ovários em direção às trompas. Uma das suas principais consequências são os abortamentos;
  4. Miomatase: pode distorcer a cavidade uterina e causar abortamento de repetição, pois os miomas estão localizados no endométrio e podem chegar a bloquear a entrada nas trompas de falópio ou dificultar a implantação do embrião.

Quero ser pai: por que não consigo engravidar?

As maiores causas para a infertilidade masculina são:

  • Varicocele (apontada como a principal causa de diminuição da fertilidade do homem): doença que atinge os vasos testiculares, ocasionando a dilatação das veias do cordão que sustenta os testículos;
  • Testículos criptorquídicos: testículos que permanecem fora da bolsa testicular;
  • Ausência de espermatozoides;
  • Fibrose cística: doença genética que impede a saída de espermatozoides;
  • Disfunção erétil (impotência sexual).

O que pode afetar a fertilidade do casal

Há fatores comuns que podem afetar as chances de ambos terem um bebê. São eles:

  • Idade avançada: a quantidade de óvulos diminui drasticamente, assim como a qualidade dos espermatozoides;
  • Disfunção hormonal: há a redução da produção do hormônio masculino (ocorre em cerca de 15% dos homens de 50 a 60 anos, podendo chegar a 50% dos homens na faixa dos 80 anos) e femininos (estrogênio e progesterona), essenciais à reprodução;
  • Radioterapia e quimioterapia: podem atingir as células germinativas, que dão origem aos óvulos e espermatozoides;
  • Alterações genéticas: características que acompanham você desde o nascimento e que interferem de alguma maneira na sua fertilidade;
  • Hábitos de vida não saudáveis: afetam na produção de espermatozoides e o padrão de ovulação (fumo, consumo de bebidas alcoólicas, sedentarismo e uso de anabolizantes);
  • Estresse e ansiedade: esses fatores impactam diretamente na vida sexual do casal e no corpo físico, podendo alterar a ovulação, o pH vaginal e, até mesmo, desencadear uma disfunção erétil.

Como você pôde perceber, há vários fatores que podem ser a razão da dificuldade de ter um bebê. Mas, fique calma. Procure um especialista no assunto e fique ainda mais informada com esse artigo “Dicas para engravidar“!

Dr. Bruno Scheffer

Dr. Bruno Scheffer

Médico Pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Master em Reprodução Humana Pela Faculdade de Medicina da Universidade de Valência (Espanha). Especialista em Medicina Reprodutiva pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (Espanha). Editor chefe do Tratado de Reprodução Humana Assistida. Membro Editorial do Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida. Membro do European Society of Human Reproduction and Embryology
Dr. Bruno Scheffer

Últimos posts por Dr. Bruno Scheffer (exibir todos)

COMENTÁRIOS