(31)4042-8371
Como podemos ajudar?
31 3286-8171
TRATAMENTOS / FIV

FIV

FIV É A TÉCNICA MAIS AVANÇADA DE REPRODUÇÃO

Na FIV (Fertilização in vitro) a fecundação do óvulo pelo espermatozoide é feita em laboratório e após sua formação, o embrião é transferido ao útero da paciente para ocorrer a gravidez. A técnica surgiu na Inglaterra, quando Louise Brown, o primeiro “bebê de proveta”, foi gerado e nasceu em 1978. No Brasil, a primeira criança nasceu em 1984. Desde a primeira FIV, mais de 5 milhões de bebês foram gerados pela técnica em todo mundo.

Atualmente, a FIV (Fecundação in Vitro) conta com diversas técnicas: a convencional cujo passo a passo encontra-se nesta página, a ICSI (Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides), e a mais recente e moderna, FIV PGD.

A FIV (Fecundação in Vitro) apresenta chances de sucesso que podem chegar a 60% em cada tentativa. Os principais fatores que influenciam o resultado são: a idade da mulher (sendo que antes dos 37 anos ocorrem as maiores taxas de sucesso) e o tempo de infertilidade.

Cerca de 75% das gestações obtidas através da Fecundação in Vitro são únicas, 25% são gemelares e menos de 1% de trigêmeos ou mais.

Aqui no Ibrra, 95% de nossos pacientes engravidam realizando, no máximo, três tentativas. Essa taxa de sucesso deve-se a uma abordagem individual e humanizada, participando toda a equipe ativamente de todo o processo, sempre ao lado dos pacientes.

RECOMENDAÇÃO:

Recomendamos que após um ano de tentativas, você procure um especialista em reprodução humana, que irá determinar se a FIV (Fecundação in Vitro) é o melhor tratamento para o seu caso. Esse prazo se reduz para 6 meses quando a mulher tem 35 anos ou mais, ou imediatamente, quando a mulher tem 40 anos ou mais.

Qual a indicação da FIV?

A FIV (Fecundação in Vitro) pode ser indicada para os seguintes casos:

  • Pacientes que não engravidaram com tratamentos mais simples, como a Inseminação Artificial.
  • Mulheres com ausência ou lesão nas trompas;
  • Mulheres com endometriose avançada;
  • Mulheres com número limitado de óvulos;
  • Mulheres com tubas uterinas danificadas ou obstruídas;
  • Mulheres laqueadas;
  • Homens com baixa concentração de espermatozoides, redução da motilidade e morfologia inadequada;
  • Homens vasectomizados;
  • Homens com ausência de espermatozoides;
  • Casais com histórico de doença genética familiar, como fibrose cística e distrofia muscular;
  • Pacientes com alterações de cariótipo, incluindo mosaicismos;
  • Infertilidade sem causa aparente.

A FIV pode ser realizada com sêmen do parceiro ou de doador.

Passo a passo da FIV tradicional

Estimulação Ovariana

Para atingir melhores taxas de êxito com a FIV é necessário estimular os ovários com injeções diárias de hormônios, durante o período que pode variar entre 7 e 10 dias. Neste caso os ovários irão produzir mais de um óvulo, visando obter vários pré-embriões.

Punção e Fecundação

Através de ultrassonografia e análises hormonais é possível comprovar que os folículos, onde encontram-se os óvulos, estão no tamanho adequado. A partir deste momento aplica-se a última injeção para induzir que os óvulos amadureçam. Exatamente 36 horas após esta injeção, a paciente é levada ao bloco cirúrgico onde os óvulos são captados e levados diretamente ao laboratório. Este procedimento é totalmente indolor, já que a paciente é levemente sedada. No laboratório os óvulos serão colocados em contato com os espermatozoides. Os pré-embriões obtidos serão observados entre o período de 2 até 5 dias, para então serem transferidos ao útero.

Transferência Embrionária

Após rigorosa avaliação dos pré-embriões, é decidido diretamente com o casal a quantidade que será transferida. A transferência de embriões é totalmente indolor, realizada com a paciente acordada, com duração que pode variar entre 10 e 15 minutos. Os pré-embriões excedentes são congelados, sendo que os bloqueados são descartados.

Congelamento de Pré-Embriões

Os pré-embriões excedentes e de boa qualidade são congelados através da técnica de Vitrificação, utilizando o método Cryotop. Estes pré-embriões também podem ser utilizados posteriormente.

RESULTADOS

62% < 30 ANOS
54% - 30-34 ANOS
46% - 35-39 ANOS
31% - 40-44 ANOS
1% - 45 ANOS

24.6% TAXA DE GEMELAR**


* taxa de gravidez clínica por tentativa considerando a idade da paciente ** taxa de gravidez clínica gemelar em tratamentos de FIV

BAIXE O E-BOOK FIV
QUANTO CUSTA A FIV?

um sonho ao seu alcance

QUANTO CUSTA O TRATAMENTO?

Realizar o seu sonho está ao seu alcance. Entre em contato e informe-se sobre os custos das técnicas e dos tratamentos de reprodução humana

Veja os planos

Ibrra - Instituto Brasileiro de Reprodução Assistida
Responsável Técnico: Dr. Bruno Scheffer
CRM 31394
Todos os direitos reservados ao Ibrra. Desenvolvido por Agência Salt.
(31)4042-8371